Perdido em Marte, Andy Weir | livro

08 setembro, 2015
Antes de viajar pra Curitiba, eu resolvi comprar um livro pra me acompanhar, já que o outro que tô lendo completamente arrastada (A Rainha do Castelo de Ar, que se tornou tão difícil quanto o primeiro da trilogia pra mim) é muito grande pra carregar por aí. Acompanhando o Goodreads da Duds, vi que ela curtiu muito esse livro (tem resenha lá no blog dela... mas faz favor de ler só depois de ler a minha, já que tô com vergonha porque a minha é a primeira e a dela tá muito boa mesmo) e resolvi comprar ele.


Como essa é minha primeira resenha no blog, vou fazer o possível pra num largar spoilers. Mas assistindo ao trailer do filme que vai sair, eu notei e concordei que não é muito possível falar do livro sem spoiler ALGUM, então deve rolar, fica o aviso.

Há seis dias, o astronauta Mark Watney se tornou a décima sétima pessoa a pisar em Marte. E, provavelmente, será a primeira a morrer no planeta vermelho. Depois de uma forte tempestade de areia, a missão Ares 3 é abortada e a tripulação vai embora, certa de que Mark morreu em um terrível acidente. Ao despertar, ele se vê completamente sozinho, ferido e sem ter como avisar às pessoas na Terra que está vivo.

As 50 primeiras páginas foram um sufoco pra mim. Sério, foi muito difícil superar porque o livro é extremamente técnico e eu sou extremamente de humanas. O cara tá perdido em Marte e precisa fazer de tudo pra sobreviver, o que envolve muita química. Essas páginas foram muito difíceis pra mim porque eu não conseguia entender o que ele tava falando e tinha que reler. Não que o livro seja difícil, mas talvez eu seja um pouco desatenta demais. Quando, mais tarde, ele algumas vezes pra esses mesmos assuntos, eu já tava vacinada e fluiu com mais facilidade.

Talvez outra coisa que tenha ajudado foi ler um outro ponto de vista. A maior parte do livro está em primeira pessoa, sendo o diário de bordo de Watney, mas chega um momento que somos apresentados pra NASA e todas as pessoas por trás da missão, o que me deu um certo alívio, de começar a acompanhar ambos os lados, e não só o de Watney.

A premissa do livro é completamente agoniante e, apesar da gente roer as unhas de ansiedade em diversos momentos, o livro não é pesado. Claro que o pensamento de uma pessoa estar esquecida sozinha em um planeta é pesado, mas Watney é uma personagem de tão bom humor que deixa o livro completamente leve. Se ele não fosse tão cheio de piadas nessa situação de sofrimento, talvez nenhum leitor chegasse tão longe. E, inclusive, de todas as outras personagens da tripulação, que conhecemos mais pra frente, ele com certeza é a que chegaria mais longe no planeta vermelho: sendo botânico, ele conseguiu prolongar a comida e armou um esquema pra plantar batatas em Marte. Sim. Nessa altura, qualquer um dos outros não teria pensado nisso e morreria de fome logos nos primeiros sóis.

Apesar do começo difícil, eu gostei bastante do livro e me vi empolgadíssima na leitura muitas vezes. Recomendo pra quem quiser rir e passar um pouco de nervoso também, porque gente, coitado. Acontece tanta coisa ruim com ele que só tendo muita força pra chegar até o fim haha Tô ansiosa pelo filme agora, pra poder ver esses cenários um pouco fora da minha cabeça.


Esse folgato aí é o Nico, desmaiado no meu braço enquanto eu tentava entender as questões de química do livro.

Perdido em Marte
Autor: Andy Weir
Editora: Arqueiro
Ano: 2014
Páginas: 335

Ah, devo acrescentar que achei a capa desse livro maravilhosa. Fiquei feliz de ter comprado ela antes que todas as edições sejam substituídas pela cara do Matt Damon num capacete.

Quem aí já leu ou tem vontade? Ou prefere esperar o filme sair? hahah
 photo assinatura_zps1630abef.jpg
19 comentários on "Perdido em Marte, Andy Weir | livro"
  1. ai celle, a minha lista de livros já tá imensa e agora quero esse também. por que você faz isso com a gente? HAHAHAHA ♥

    ResponderExcluir
  2. Tô louca por esse livro, sai pra comprar e não tinha em nenhum lugar HAHAHAH ;_; Já li outros do tipo então fico super empolgada! Amo ficções que envolvem ciência. Pretendo ler antes do filme sair!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aaah espero que cê ache com capa bonita HAHAH <3

      Excluir
  3. Li o primeiro capitulo online,estou doida para comprar.Adoro esse tipo de historia contada em primeira pessoa e a leitura é leve mesmo com muito detalhes.
    ps: eu gostei mais da outra capa,ok que tem uma parcela de culpa Matt Damon ser meu crush desde Identidade Bouner haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AHAHAHAHHA tudo bem, tá perdoada! eu gostei mais dessa, achei tão bonita :D

      Excluir
  4. Só fazendo um adendo muito importante: o Nicodemus está seguramente despulguificado, assim como a casa; as pulgas estão todas Perdidas em Aspiradarte. <3 VOLTA PRA CURITIBA CELLE, VAMOS NA THE KETTLE DE NOVO COMER MUFFINERS E TORTAS VERMELHAS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AAAAH NICO <3 quero voltar pra apertar ele, sem pulgas dessa vez HAHAHHA e comermos mais torta.

      Excluir
  5. Celle, que bom que fez a resenha do livro. Eu não sou a ninguém pra falar de resenha, não acho as minhas boas, mas eu achei a sua ótima. E fiquei mais interessada ainda na história. Sobpela capa qnd vi no seu instagram eu já fiquei na vontade, agora lendo a sua resenha estou super curiosa pra saber oq acontece com o Mark. Adorei! Continue desenhando ;) beijooos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Odeio comentar pelo cel, escrevo tudo errado, droga! Haha. Releva! ;)

      Excluir
    2. aah sério Bru? que bom que ce gostou, sou tão ruim de resenha hahah <3 beijo!

      Excluir
  6. Ah, agora relacionei com algo: o mais recente Tomb Raider! Deve ser bem no nível do filme....

    Gostei da premissa do filme, e pelo oq vi no trailer, pode ser bom ,se non 'holliwoodizarem' as coisas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahh sim sim :~ espero que seja bom o filme, senão vou ficar bem triste uhauuah

      Excluir
  7. own, o nico é um fofo, hehe! eu gostei mt de conhecer o titulo e da sua resenha, bem bacana ;)

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bonitinho, né? toda noite ele vinha ficar em cima enquanto eu lia ahhaah
      beijo!

      Excluir
  8. Celle, adorei o post. Confesso ter uma preguiça enorme e feia para livros, mas essa semana comecei a ler dois livros e estou tentando com todas as forças para não abandonar o hábito.
    Esse livro parece ser ótimo e fiquei curiosa para ler também!!

    Beijosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ai, eu também tenho, Glena :~ hahah juro. leio muito devagar, num tenho tempo, sabe :( mas to fazendo o possível pra ler mais. espero que a gente consiga!

      beijo!

      Excluir
  9. Não pretendo ler o livro, porque não sou uma pessoa de livros, mas a temática me agrada bastante! Estou ansiosa esperando pelo filme e espero que ele seja tão bom quanto o livro pareceu no seu post, mesmo sendo até meio angustiante, como foi Interstelar, eu goxto muito <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tô torcendo pro filme ser bom, Babee! espero que seja legal até pra quem já leu o livro auhahua

      Excluir

Auto Post Signature

Auto Post  Signature